Estreias

O filme mais negro de Thor chegou ao Canal Hollywood

17 Outubro 2018

Peruca ou não? Vamos esclarecer tudo! No primeiro filme de Thor, Chris Hemsworth usou uma peruca à la Goldilocks, mas antes de a ver ser cortada (ou vá, tirada) para ficar cheio de estilo no terceiro filme da (até agora) trilogia, o ator que interpreta este mítico herói nórdico deixou crescer os seus cabelos durante um ano, para ser mais realista. É este o filme de que aqui falamos. O filme para o qual Chris Hemsworth deixou mesmo crescer o cabelo.

Cena do filme Thor O Mundo das Trevas

Fonte da imagem

Para que nos consigamos situar no inigualável, e que aparentemente não terá fim, Universo Cinematográfico da Marvel, vamos rever a cronologia. Este capítulo do percurso de Thor – Thor: O Mundo das Trevas (2013) – sucede Thor (2011) e Os Vingadores (2013). No esquema global, é o oitavo filme de um universo que conta já com vinte filmes… em apenas dez anos. Impressionante, não?

Mas voltando a Thor: O Mundo das Trevas, o que nos traz esta aventura? Em tempos há muito passados, os deuses de Asgard lutaram e venceram numa guerra contra os Dark Elves. Os sobreviventes desta raça terrível e impiedosa foram presos e a sua arma extraordinariamente poderosa – o Aether – foi enterrada num local secreto. Centenas de anos mais tarde, Jane Foster (Natalie Portman), descobre acidentalmente o Aether e é possuída por ele, forçando Thor (Chris Hemsworth) a levá-la para Asgard antes que o Dark Elf Malekith (Christopher Eccleston) a capture e faça uso da arma para destruir os Nove Reinos, incluindo a Terra.

Cena do filme Thor O Mundo das Trevas

Fonte da imagem

Além de um enredo entusiasmante, e de um tom muito negro, quantas razões precisas para veres (ou reveres) este filme? Primeiro, além de Thor e Jane, este capítulo conta com o regresso das tuas personagens favoritas do primeiro filme: o sábio Odin (Anthony Hopkins); Darcy (Kat Dennings), sem dúvida a personagem mais doida e hilariante do primeiro filme; o talentoso Idris Elba, que regressa também como Heimdall; e, claro, não nos podemos esquecer do mestre do disfarce, mentira e ilusões – o extraordinário Loki (Tom Hiddleston). Segundo, sabias que foi criada uma nova língua especificamente para os Dark Elves? É verdade.  Christopher Eccleston e Adewale Akinnuoye-Agbaje tiveram que memorizar alguns dos seus diálogos nesta língua alienígena. Por último, sabias que foram feitos cerca de trinta martelos para o Thor? Exato! De vários pesos e para diferentes utilizações… O martelo principal era feito de alumínio, tendo sido replicado em diferentes materiais e pesos, incluindo uma versão “suave” para as acrobacias. Dos trinta, cinco versões foram usadas com mais frequência, incluindo o “martelo luminoso”, que emite luz quando lança um raio.

Se ainda não estás convencido é simples: como é que no próximo ano vais querer ver um dos mais antecipados filmes de todos os tempos – o quarto filme d’ Os Vingadores –, sem te pores a par ou sem reveres o percurso de uma das personagens mais importantes do franchise? 2019 está quase a chegar… prepara-te!

 

  • Thor: O Mundo das Trevas / domingo 28, 22:00

Festival de Cannes e os escândalos do passado

O Festival de Cannes é sinónimo de três coisas: grandes filmes, grandes egos e grandes escândalos. Descobre aqui alguns dos casos mais falados em 69 anos de festival.

17/10/2018 LER MAIS

Escola de Rock – Apostamos que não reparaste nestes pormenores

Jack Black é Dewey Finn, um rocker “acabado” que com muito jeitinho e muto ritmo, vai mandar a matemática pela janela e criar a Escola de Rock.

17/10/2018 LER MAIS

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *