Em Destaque

Os atores e atrizes também sofrem: os filmes que odiaram fazer

27 Novembro 2018

Todos os anos, são milhares os filmes produzidos, mas apenas alguns ficam na nossa memória. Isso também acontece muito por causa dos icónicos atores e atrizes que admiramos e veneramos, quais deuses e deusas gregos que entram na nossa vida através do ecrã. Mas será que para eles é assim tão incrível desempenhar aquela personagem por quem nos apaixonamos para sempre? Pois, engana-se quem acha que a vida em Hollywood é como nos contos de fadas.

Na verdade, são muitas as estrelas que relatam episódios de filmes que odiaram fazer. E são várias as razões pelas quais isto acontece! Ou a relação com o realizador não era a melhor, ou o segundo filme não foi tão fantástico como o primeiro ou… até mesmo porque confundiram o nome do realizador quando assinaram o contrato!

Sim, isto aconteceu com Bill Murray, que no deu a inconfundível voz de Garfield, e que achou que iria trabalhar com Joel Coen (The Big Lebowski, 1998) quando na verdade o guionista era Joel Cohen – uma letra que nos podia ter tirado barrigadas de riso e horas com água na boca a pensar naquela lasanha…

Mas Murray não é o único! Estás preparado para descobrir quem são os atores e atrizes e quais os filmes que odiaram fazer? Segura-te!

 

Robert Pattinson (Twilight, 2008)

Dizer que Pattinson odeia a saga Twilight talvez seja demasiado, mas a verdade é que o ator não ficou muito contente com o seu Edward Cullen… Isto é o que acontece quando se está demasiado tempo a interpretar uma personagem, e mais ainda se for um vampiro virgem com 108 anos – palavras do próprio! Agora, passados 10 anos, Pattison admite que Twilight foi a sua rampa de lançamento e uma boa experiência e nós dizemos que não havia ninguém melhor para nos mostrar o que acontece com o corpo dos vampiros quando apanham um bocadinho de sol.

 

Kate Winslet (Tiatnic, 1997)

Pensar em Titanic sem Kate Winslet e Di Caprio é o mesmo que tentar fazer limonada sem limões. Todos concordam, certo?  O filme quebrou recordes de bilheteira e solidificou a carreira destes dois atores, por isso é estranho pensar que Titanic está entre os filmes que odiaram interpretar. A verdade é que, ao fazer um throwback, tudo parece terrível para Winslet! A atriz diz que até o seu american accent ficou demasiado forçado e adorava poder fazer tudo de novo. We love you, Rose!

 

Andrew Lincoln (O Amor Acontece, 2003)

O filme chama-se O Amor Acontece, mas para Andrew Lincoln a história foi um bocadinho diferente. O quase amor de Mark (Andrew Lincoln) e a mulher do seu melhor amigo, Juliet (Keira Knightley), deixou o ator à beira de um ataque de nervos! Apesar de a sua personagem ser um simples rapaz cujo amor não era correspondido, Lincoln ficou com medo de parecer um obcecado e assustador perseguidor. Bem, na verdade os sustos vieram uns anos depois quando integrou o elenco de Walking Dad

 

Christopher Plummer (Música no Coração, 1965)

Quem não conhece Música no Coração? Até aos dias de hoje cantarolamos as notas deste musical e sonhamos com o ar puro dos Alpes sem esquecer a incrível história que está por detrás deste argumento. Mas nem tudo são rosas! Que o diga Christopher Plummer, que odiava a sua personagem afirmando que Von Trapp era chato e era impossível dar-lhe qualquer toque de graça.  Bem, nós gostávamos do capitão, mas não tanto quanto Maria…

Amor por trás das câmaras – casais famosos que se conheceram no set

Angelina e Jolie eram Brangelina, Ben Affleck e Jennifer Lopez eram Bennifer e Zac Efron e Vanessa Hudgens foram Zanessa. Parece que os ricos, belos e famosos gostam de namorar entre si e ainda bem, senão de quem é que falávamos à hora de almoço?

27/11/2018 LER MAIS

A Herdade, um filme português que pode chegar aos OSCARS™!

Depois de assistires a A Herdade (2019), vais levar para casa muitas perguntas por responder, mas também a sensação de teres assistido a um filme que, além de retratar uma altura-chave do país, o consegue de uma forma tão elevada que se supera e ergue acima de tudo isso, e que vale muito a pena ver

27/11/2018 LER MAIS

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *