Em Destaque

No mês das crianças faz um #TB com estes filmes sobre a infância

27 Junho 2019

O Dia da Criança devia ser todos os dias e de todos as maneiras. Hoje podíamos trazer-te todos os nossos filmes clássicos de miúdos, entre o Toy Story: Os Rivais (1995) e O Rei Leão (1994), o Space Jam (1996) e Libertem Willy (1993), mas decidimos virar a coisa ao contrário e trazer-te filmes sobre a infância. Sim, leste bem. Filmes que vão relembrar-te a magia de ser miúdo e de tudo ser ainda um pouco inexplicável, filmes que vão levar-te de volta aos medos do escuro e filmes cheios de criaturas estranhas e assombrosas como só as crianças podem imaginar.

 

O Espírito da Colmeia (1973)

Fonte da imagem

O Espírito da Colmeia é daquelas pérolas que pouca gente conhece, mas que todos os que conhecem dizem ser dos filmes sobre a infância mais belos que já viram. Ana e Isabel são duas meninas que vivem na Espanha recém-franquista. Como os pais não lhes prestam muita atenção, preferindo viver no isolamento, vivem num mundo de fantasia. Quando um cinema ambulante passa pela aldeia e mostra Frankenstein, o homem que criou o monstro (1931), Ana é convencida pela irmã que o monstro é um espírito com quem pode falar sempre que fechar os olhos. Um retrato incrível da vida interior das crianças, O Espírito da Colmeia é um filme que só faz sentido quando nos conseguimos lembrar que também nós já acreditámos em monstros e assombrações e quase, quase não tínhamos medo deles.  

 

Le ballon rouge (1956)

Fonte da imagem

Pascal vai a caminho da escola quando descobre um enorme balão vermelho. Encantado, começa a brincar com ele e rapidamente descobre que o balão tem consciência. O enorme e simpático balão vermelho segue o rapaz pelas ruas de Paris (que neste filme aparecem ainda muito impactadas pela II Guerra Mundial, algo que é bastante curioso) e juntos têm muitas aventuras. Mas, todas as infâncias têm um grande vilão, normalmente aquele miúdo maior e mais forte que adora roubar o dinheiro do lanche aos mais pequenos. Em Le Ballon Rouge, os meninos maus querem ver o balão destruído e vão perseguir os dois amigos improváveis até alcançarem o seu objetivo. Com apenas 35 minutos, este filme tem uma magia inexplicável.

 

O Meu Vizinho Totoro (1988)

Fonte da imagem

Satsuki e Mai vão viver para o bosque com o pai para ficarem mais perto da mãe, que está doente no hospital. Embora se sintam felizes por poderem ver a mãe mais vezes, o bosque parece-lhes um sítio tão aborrecido quanto assustador. Mas Satsuki e Mai depressa descobrem o mundo dos trolls e dos espíritos da floresta, seres que povoam os terrenos à sua volta e tornam a sua vida um pouco mais mágica. Entre eles encontra-se o incrível Totoro, um troll azul e amigável. Um dos filmes mais icónicos de Hayao Miyazaki, O Meu Vizinho Totoro é um tratado incrível acerca do poder da imaginação das crianças sobre os espaços e as realidades que neles habitam.

 

Um Sonho Encantado (2006)

Fonte da imagem

Se já viste Um Sonho Encantado, então sabes que sempre que estiveres assustado tudo o que tens a fazer é repetir “Googly, googly, googly” e todos os teus problemas desaparecem. Se ainda não viste este filme encantador, então está na hora de o fazeres. Alexandria é uma menina que está no hospital a recuperar de um braço partido. Roy é um duplo de cinema a recuperar de uma queda grave e de um coração partido. Os dois vão formar uma dupla improvável quando Roy tenta convencer Alexandria a roubar a morfina que precisa, convencendo-a recorrendo à história mirabolante do Governor Odious e dos seis heróis que lhe juraram vingança. Se foste aquele miúdo que assim que os pais acabavam a primeira história, já estava a pedir a próxima, não deixes escapar esta preciosidade do cinema.

 

A Princesinha (1995)

Fonte da imagem

Todas as meninas sonharam um dia ser uma princesa, e Sara é apenas mais uma menina. Mimada pelo pai desde sempre, sofre bastante quando este a deixa num colégio interno porque tem de ir para a frente de batalha na I Guerra Mundial. Rapidamente descobre que consegue entreter as amigas com as suas histórias mirabolantes, o que irrita bastante Miss Minchin, a diretora que odeia o seu trabalho. Quando o seu pai morre na guerra, Miss Minchin obriga Sara a trabalhar para poder continuar a viver na escola. Nestes tempos negros Sara descobre o poder real da imaginação, da solidariedade e da amizade. Pela descrição, não parece, mas garantimos-te um filme encantador e um final feliz como uma história destas merece.

Já viste algum destes cinco filmes com grandes bandas sonoras?

Se tens o bichinho da música e avalias os filmes pelas grandes bandas sonoras que te fazem conhecer, tens mesmo que ver a nossa selecção.

27/6/2019 LER MAIS

Pipocas e mirtilos

Há pouco tempo revi um dos meus filmes preferidos no Canal Hollywood - My Bluberry Nights - e viajei no tempo. Para a altura em que vi o filme pela primeira vez, o que senti, a forma como me relacionei com as personagens. É bom perceber que a passagem do tempo acaba por ter algum efeito também nisso.

27/6/2019 LER MAIS

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *