Em Destaque

Já viste alguma das cinco melhores séries para quem gosta de cinema?

24 Janeiro 2019

Se gostas dos melhores filmes, o mais provável é que também gostes das melhores séries. Mas será que já te aventuraste no mundo das séries que são tão cinematográficas que são melhores que muitas das películas que vemos nos cinemas? Hoje trazemos-te um sortido fino do melhor que a televisão nos tem apresentado, desde as séries de antologia (em que cada episódio é quase um filme), às grandes séries épicas cujos episódios podem custar quase o mesmo que um filme de baixo orçamento.

 

Black Mirror (2011-)

As séries de antologia já existem há muito tempo, ou não fosse Quinta Dimensão (1959-1964) uma das melhores séries de sempre, mas nos últimos anos têm-se tornado bastante populares. Permitem aos realizadores de cinema darem uma perninha na televisão (e são cada vez mais aqueles que querem experimentar este género que antes era renegado para segundo plano), permitem aos atores focarem-se em personagens a longo prazo, e têm sido cada vez mais palco de uma linguagem que vai buscar o melhor do cinema, mantendo o melhor do seu meio original. Black Mirror é uma das melhores séries dos últimos anos e, se nos permites, genial. Em cada episódio explora os malefícios das tecnologias dos dias de hoje num futuro próximo. Cada episódio conta com um mundo completamente diferente e, se és daqueles que adora o desconforto de uma boa ficção científica (daquelas mesmo assustadoramente possíveis), Black Mirror é a série para ti. Os episódios que te recomendamos? Fifteen Million Merits, White Christmas e Hang The DJ.

 

A Guerra dos Tronos (2011-)

Cena da serie A Guerra dos Tronos

Fonte da imagem 

Sim, o mais provável é que já conheças A Guerra dos Tronos e que saibas de cor quem são todas as personagens, incluindo quem já morreu, quem está vivo e quem está entre os dois estados, mas tínhamos de a incluir nas melhores séries. Com um custo de produção por episódio de 7,5 milhões de libras (não, também não sabemos o que podes comprar com todo este dinheiro), cada episódio é um verdadeiro filme de ação e fantasia. Os produtores têm feito questão de trabalhar com vários realizadores, permitindo que a série vá evoluindo de acordo com vários estilos e pontos de vista, que o que têm mesmo em comum é virem de gente com muito jeitinho para o que faz. Para poderes ver o quão complexo pode ser trabalhar em apenas um episódio de A Guerra dos Tronos, deixamos-te aqui o making of de uma das cenas mais incríveis da série: a Batalha de Winterfell.

 

Margens do Paraíso (2013-)

Cena da serie Margens do Paraiso

Fonte da imagem

Jane Campion já era uma realizadora de sucesso quando decidiu criar Margens do Paraíso com Garth Davis e achamos mesmo que não deve ter esperado acabar com uma das melhores séries de drama dos últimos anos no currículo. Passada na Nova Zelândia, acompanha a vida de Robin, uma polícia que começa a investigar o caso de uma adolescente grávida encontrada morta num lago. A partir daqui a violência contra as mulheres, as relações familiares e o isolamento social passam a ser os temas de uma narrativa que tem tanto de empolgante como tem de introspetivo. A série tem passado muito despercebida por cá, mas lá fora pegou e já são muitos os atores que se quiseram ligar a ela. Com Elizabeth Moss no papel principal, a segunda temporada teve direito a um papel incrível de Nicole Kidman e também de Gwendoline Christie.

 

A História de Uma Serva (2017-)

Cena da serie Historia de Uma Serva

Fonte da imagem

Outra série com a incrível Elizabeth Moss, A História de Uma Serva é a história sobre as mulheres de Gilead, que depois de uma revolução política e religiosa se vêm condenadas a ser esposas, empregadas ou “servas”, mulheres férteis que são utilizadas como barrigas de aluguer numa sociedade onde a infertilidade é um dos maiores problemas. Numa época de movimentos sociais como o #MeToo, esta série adaptada a partir de um livro de Margaret Atwood acabou por ser o centro de muitas conversas de café, artigos on-line e discussões em fóruns. Mas o que queremos mesmo dizer-te é que é uma das séries mais cinematográficas dos últimos anos, com um investimento enorme nos realizadores e diretores de fotografia. Não acreditas? Ora vê como conseguiram criar o tom perfeito para contar uma história tão aterradora:

 

Carbono Alterado (2018-)

Cena da serie Carbono Alterado

Fonte da imagem

Num mundo em que a imortalidade não só é uma possibilidade, como a regra, as coisas acontecem de forma um pouco diferente. Adaptado a partir de um livro de ficção científica, Carbono Alterado acompanha Takeshi Kovacs, um ex-polícia que se vê acordar num corpo diferente do seu (chamado re-sleeving, este processo de transferência de consciência de um corpo para o outro é o que permite a imortalidade). Takeshi vê-se envolvido numa investigação de homicídio, encomendada pela pessoa que foi morta, e no processo vai descobrir uma grande conspiração. Carbono Alterado impressionou pela imagem, pelos efeitos especiais e pelo cuidado absoluto com o décor e o guarda-roupa. Cada episódio parece um filme de ficção científica só por si, vê como construíram um mundo tão complexo:

Junta o pessoal no sofá e não percam estes Amigos Improváveis

Pega no teu pessoal, senta-os no sofá, passa-lhes um balde de pipocas para as mãos e deliciem-se com Amigos Improváveis, a história de uma grande amizade.

24/1/2019 LER MAIS

Estrelas de Julho: apostas que sabes os pontos de contato entre elas?

As nossas estrelas de julho são muito diferentes, mas conseguimos perceber que têm várias coisas em comum. Consegues adivinhar quais são?

24/1/2019 LER MAIS

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *