Em Destaque

Isto não são efeitos especiais – 5 filmes que desafiam a lógica

26 Setembro 2018

Neste regresso às aulas prepara-te para seres surpreendido. E se te dissermos que os dinossauros ainda existem? E que há corredores em que as leis da gravidade não se aplicam? Há cenas cinematográficas tão realistas que qualquer um diria que foram feita com efeitos especiais… mas não… são mesmo conseguidas sem recurso a imagens geradas digitalmente. Está tudo nas mãos dos técnicos de produção.

Não acreditas? Vamos deixar-te com 5 cenas que desafiam a lógica e as leis do universo. No final, prometemos que o teu fascínio pelo cinema vai estar ao rubro.

 

Parque Jurássico (1993)

Achas que o filme de dinossauros de excelência só deu vida a estes animais com a ajuda de computadores? Nem sempre. O exemplo mais impressionante – os velociraptors. Estes répteis implacáveis foram criados sem a ajuda de efeitos especiais. Stan Winston, o técnico de dinossauros do filme, criou fatos de velociraptor e fantoches controlados por cabos. Depois de muito treino e aperfeiçoamento dos movimentos, o esforço foi compensado e a famosa cena da cozinha continua a ser assustadora nos dias de hoje. Cuidado, neste regresso às aulas certifica-te que o teu professor deixa as portas da sala de aula bem fechadas. Nunca se sabe quem (ou o que) as vai tentar abrir.

 

O Cavaleiro das Trevas Renasce (2012)

Christopher Nolan odeia recorrer a efeitos especiais e a imagens geradas por computador. Quando pode, tenta recriar as cenas no mundo real, da forma mais realista possível. E a cena de abertura d’ O Cavaleiro das Trevas Renasce mostrou-nos que Nolan não brinca em serviço. Todos os movimentos do avião e “acrobacias” dos atores e duplos envolvidos foram filmadas ao vivo no ar ou recriadas em estúdio. Claro que o CGI ajudou, principalmente quando as asas do avião se partem, mas a maioria das cenas foi conseguida com gadgets engenhosos e duplos extremamente talentosos.

 

A Origem (2010)

Mais uma vez, green screens e Christopher Nolan não combinam. Criar a ilusão de que um corredor está a girar ou fazê-lo mesmo girar? Para Nolan, a resposta é óbvia: fazê-lo girar! Para criar esta cena que desafia a gravidade, foram construídos dois corredores gigantes que giravam horizontal e verticalmente num hangar de aviões. A cena demorou 3 semanas a ser filmada e envolveu 500 pessoas. Se isto não é aversão aos computadores, não sabemos o que será. Mas ao menos já sabes, se queres fazer a magia acontecer tão bem como Nolan, dedica-te e aplica-te neste regresso às aulas.

 

Skyfall (2012)

Além de um Aston Martin, de uma Walther PP e de um refrescante Martini, há outra coisa que é comum em todos os filmes do espião mais famoso do mundo: filmar cenas de ação extraordinárias em que se recorre a poucos ou nenhuns efeitos especiais. Mas o filme mais ousado neste departamento foi sem dúvida Skyfall. E a perseguição de abertura do filme é de cortar a respiração. Filmada num comboio em movimento e com a ajuda de muitos cabos e plataformas esta cena até conta com a presença de uma retroescavadora que perfura, literalmente, a parte de trás de uma das carruagens. Para aqueles que regressam às aulas de comboio, se virem uma retroescavadora, fujam.

 

Missão Impossível: Operação Fantasma (2011)

E terminamos em grande, bem grande. De facto esta última cena foi filmada no edifício mais alto do mundo, o Burj Khalifa. Achavas que Tom Cruise tinha filmado esta ousada escalada num green screen? Pois, mas não. Depois de meses de ensaios e treino, Cruise escalou, saltou e correu na parte de fora do edifício no Dubai. Cordas e cabos não faltaram para o manter em segurança nesta missão quase impossível, mas isso não tranquilizou a seguradora do filme, que se recusou a fazer o seguro da cena. Tom Cruise e o resto da equipa não desistiram, despediram a seguradora e arranjaram outra que segurasse esta cena de cortar a respiração. Só mais um dia normal de trabalho – para quem não tem vertigens…

Consegues descobrir as pistas que estes filmes misteriosos escondem?

Hoje é um dia de mistério. Fica a conhecer estes cinco filmes, que têm todos a particularidade de serem mistérios bem construídos e que te deixam a pensar neles muito tempo depois de os teres visto.

26/9/2018 LER MAIS

Já viste estes últimos sucessos das nossas Estrelas de Março?

O tempo passa por todos nós, até pelas figuras que ficam imortalizadas no grande ecrã. Como já é costume, este mês trazemos-te as nossas Estrelas de Março e os filmes que estrearam nos últimos tempos e não podes mesmo, mesmo perder.

26/9/2018 LER MAIS

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *