Em Destaque

Celebra quatro décadas de Tom Cruise com cinco filmes imperdíveis

6 Agosto 2018

Acreditas que já estamos a celebrar a quarta década de Tom Cruise no ecrã? Pois é, parece que ainda ontem o vimos em início de carreira, como Joel Goodson, em Negócio Arriscado (1983), um adolescente à procura de diversão numa comédia que foi um sucesso de bilheteira.

Cena do filme Top Gun

Fonte da imagem

Na mesma década em que se estreou nos ecrãs de todo o mundo, Tom Cruise passou da comédia à ação e fez as delícias do público no papel de Maverick, o destemido e impetuoso piloto da Marinha, no filme Top Gun – Ases Indomáveis (1986), dirigido por Tony Scott. Aqui, contracenou com Kelly McGillis, que interpretou Charlie, uma mulher num mundo de homens, que sabe como os pôr no seu lugar. Não queremos deixar o Tom em cheque, mas Kelly McGillis também provou de que matéria é feita, numa interpretação incrível. No mesmo ano, Tom fez ainda A Cor do Dinheiro (1986), mas Top Gun – Ases Indomáveis foi mesmo o filme que verdadeiramente o impulsionou para o estrelato. Vale a pena ver (ou rever).

Já nos anos 90, na segunda década em que fomos presenteados com a presença de Tom Cruise na nossa vida, pudemos vê-lo a contracenar em vários filmes com a então sua mulher Nicole Kidman. Em De Olhos Bem Fechados (1999), de Kubrick, vemo-los num excecional drama em que, nos papéis de William e Alice Harford, representam um casal feliz e com uma vida bem estabelecida até ao momento em que são contaminados por dúvidas e incertezas sobre a sua relação e se envolvem num universo erótico alucinante. O filme acabou por ser duplamente marcante na cultura do século XXI: não só acabou por ditar o fim da relação entre os dois atores, como acabou por ser o último filme de Kubrick.

Tom Cruise em cena do filme De Olhos Bem Fechados

Fonte da imagem

Na primeira década do século XXI, Tom Cruise continua a marcar presença em tudo quanto é ecrã, nos mais diversos e inimagináveis papéis. Desde o Capitão Nathan Algren, um Veterano da Guerra Civil Americana contratado para lutar contra os Samurais no Japão, que acaba por se apaixonar e envolver na cultura local, em O Último Samurai (2003), até um assassino profissional, cínico e frio, em Colateral (2004). Vimo-lo no papel de diversas personagens muito singulares, mas sempre com um magnetismo e uma versatilidade que nos prendem às telas de cinema e nos fazem seguir a sua filmografia.

Dia e Noite (2010), uma comédia romântica de ação que cruza Cameron Diaz (June) com Tom Cruise (Roy), é marcado pelo reencontro destes astros do cinema, após terem contracenado juntos em Vanilla Sky (2001) e inaugura a sua entrada na segunda década do milénio. O ator interpreta um agente secreto obsessivo-compulsivo que arrasta uma mulher apanhada desprevenida para uma aventura que pode ser adjetivada com palavras tão díspares como perigosa, hilariante, romântica, empolgante e improvável. A interpretação de Tom Cruise encontra o equilíbrio perfeito entre a postura de galã com a de um homem profundamente desequilibrado e é essa brilhante interpretação que tornam o filme algo de especial.

Cena do filme Dia e Noite

Fonte da imagem

Depois disto tudo, ficamos com a certeza que estes papéis só podiam mesmo ter sido interpretados por Tom Cruise e ficamos com saudades e a vontade de os rever, não é? Enquanto esperamos por Top Gun: Maverick (2019), o melhor mesmo é fazer uma maratona de Tom Cruise para apreciar o seu encanto e evolução ao longo destes 40 anos.

 

  • Colateral / quinta-feira 2, 21:30
  • Dia e Noite / quinta-feira 9, 21:30
  • Top Gun – Ases Indomáveis / quinta-feira 16, 21:30
  • O Último Samurai / quinta-feira 23, 21:30
  • Minority Report – Relatório Minoritário / quinta-feira 30, 21:30

Estrelas de Maio: estes três estão de parabéns

Gostamos de pensar que as estrelas não envelhecem, mas os anos também passam por elas. Este mês queremos dar os parabéns a estes três favoritos.

6/8/2018 LER MAIS

Já vistes estes cinco remakes polémicos que são tão bons quanto o original?

Já te falámos bastante de remakes aqui no blog do Canal Hollywood, e ainda não te tínhamos revelado alguns daqueles que achamos mais interessantes. Falha nossa, é claro, mas fica já resolvida.

6/8/2018 LER MAIS

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *