Em Destaque

Arrepia-te com estes possíveis crimes de Hollywood

17 Abril 2018

São muitos os crimes de Hollywood, sejam eles reais ou não, e parece que, na realidade, quanto mais conspiratórios forem, mais contornos de realidade ganham no nosso imaginário. Pois é, nem tudo são rosas na terra dos sonhos e o que é um facto é que Hollywood tem uma longa história de crime, teorias da conspiração e outros factos sórdidos escondida debaixo do tapete. Destes quatro acontecimentos, só um está mesmo confirmado, mas os outros três ainda hoje movem pessoas que tentam provar que não há fumo sem fogo e que por vezes as coisas não têm nada de inocente.

 

Marilyn Monroe (1926 – 1962)

Marilyn Monroe

Nos anos 60, Marilyn Monroe era uma das atrizes mais desejadas do star system, apesar de serem publicamente conhecidos os seus problemas depressivos e a luta que travava com a doença. Depois de dois casamentos tidos como falhados, ter-se-á tornado amante de John F. Kennedy e é aqui que começa a teoria da conspiração que gira em volta da sua morte, aquele que é considerado um dos mais famosos crimes de Hollywood, apesar dos relatórios oficiais.  Na noite de 5 de agosto de 1962, a empregada de Marilyn encontrou-a morta na cama, rodeada por frascos de barbitúricos. Na altura a morte foi declarada oficialmente como suicídio, mas logo começaram a surgir rumores de que teria sido assassinada pela CIA para atingir o presidente.

 

Natalie Wood (1938 – 1981)

Natalie Wood

Natalie Wood é outro daqueles crimes de Hollywood que nunca ninguém conseguiu provar, mas que ficará para sempre como certo. Wood fez uma viagem de barco até Santa Catarina com o marido, Robert Wagner, o amigo e ator Chistopher Walken e o capitão do barco, Dennis Davern. Na noite de 28 de novembro terá desaparecido e no dia seguinte o seu corpo foi encontrado no mar. Na altura, a morte foi tida como acidental, mas passados 30 anos, em 2011, o capitão do navio revelou publicamente que Wood e o marido tinham discutido na noite do desaparecimento e o caso foi reaberto. Depois de serem feitos vários inquéritos, o caso voltou a ser fechado por falta de provas, mas que ali havia gato, havia. O relatório oficial foi alterado para sugerir que a atriz caiu ao mar em circunstâncias desconhecidas o que, a juntar ao facto de o corpo apresentar marcas violentas, voltou a reforçar que terá sido assassinada. O possível homicida? O próprio marido, Robert Wagner. O motivo? Wood estaria a ter um affair com Christopher Walken. O que achas? Um dos verdadeiros crimes de Hollywood ou uma teoria da conspiração elaborada?

 

Sharon Tate (1943 – 1969)

Sharon Tate

O assassinato de Sharon Tate é talvez um dos crimes de Hollywood que mais chocou o mundo. Em plenos anos 60, os anos da paz e do amor, Charles Manson criou um culto, Manson Family. No dia 9 de agosto de 1969, alguns dos seus membros entraram na casa que Tate partilhava com o marido, o conhecido realizador Roman Polanski e assassinaram a atriz, grávida de oito meses e meio, e os três amigos com quem estava a passar a noite. Foram tempos negros para Hollywood, em que a paranoia foi geral, pelo menos até se descobrir quem tinham sido os autores deste crime horrendo. Sharon Tate ainda hoje é um dos ícones macabros de Hollywood e esta é uma história profundamente integrada nas lendas e nos mitos da cidade dos sonhos.

Bruce Lee

Bruce Lee

Bruce Lee ficará para sempre na cultura pop como um dos homens indestrutíveis das artes marciais, mas a história da sua morte, apesar de aparentemente simples, ainda hoje está marcada por teorias de maldições e problemas com a máfia. Em maio de 1973 entrou no hospital a queixar-se de dores de cabeça e espasmos e foi diagnosticada com um edema cerebral. Passados uns meses, a 20 de julho, num dia perfeitamente normal de trabalho, Lee queixou-se de dores de cabeça. Uma colega, Betty Ting Pei, deu-lhe um analgésico e ele foi fazer a sesta. Bruce Lee nunca mais se levantou e quando chegou ao hospital já estava morto, apesar das tentativas de reanimação do médico. Aquilo que foi na altura atribuído ao edema cerebral, começou a ser transformado numa grande teoria da conspiração, que envolve uma suposta maldição de família e envolvimentos com as tríades. Uma das teorias que ainda hoje tem vários apoiantes é que foi a própria Ting que foi paga pela máfia para envenenar o ator. Fazendo parte destes crimes de Hollywood ou não, o que é certo é que a morte de Lee foi súbita e precoce, e deixou-nos sem um dos grandes mestres de artes marciais do cinema. Se quiseres mergulhar na vida de Lee a fundo, não percas Dragão – A Vida de Bruce Lee (1993), que vai passar ainda este mês no Canal Hollywood.

 

 

  • Dragão – A Vida de Bruce Lee / quarta-feira 19, 17:15
  • O Escritor Fantasma / quarta-feira 19, 19:20

Explicamos-te a anatomia de um grande filme de terror

Nós sabemos que gostas de um bom filme de terror: aquela música de deixar os cabelos em pé, as pipocas a saltar pelo ar e a sensação de que estás a ser observado (e que dura pelo menos durante uma semana a seguir à sessão).

17/4/2018 LER MAIS

6 Comédias para alegrar os fins-de-semana em Maio

Não há nada melhor do que uma boa comédia para relaxar e, por isso, se não sabes que filme ver nos fins de semana de maio, deixamos-te aqui 6 sugestões!

17/4/2018 LER MAIS

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *