Atualidade

Rotten Apples: o novo site que não vai deixar Hollywood sossegada

23 Janeiro 2018

Imagem do site Rotten Apples

Após um ano de 2017 marcado por denúncias de abusos de poder e escândalos sexuais, por parte de figuras públicas proeminentes da esfera de Hollywood, o site Rotten Apples propõe-se a expor e a listar os filmes em que estes nomes participam.

Criado com o intuito de se tornar uma base de dados acessível ao público, para que este possa tomar uma decisão informada quanto ao que quer e não ver, o Rotten Apples tornou-se viral e tem feito correr muita tinta.

Esta nova plataforma traz uma série de questões para a mesa. Se por um lado o valor do movimento #metoo é atestado pela quantidade de pessoas que o integram, por outro há que pensar sobre a verdadeira intervenção de uma plataforma como o Rotten Apples. O valor de um filme, no seu todo, pode ser questionado e até mesmo censurado pelas ações de um indivíduo, ainda que condenáveis? Devemos, efetivamente, boicotar um filme, se nele participar alguém cujo nome esteja envolvido em polémica? Em que medida é que esta informação beneficia as vítimas e pode ser considerada uma celebração da sua coragem?

Estas e outras perguntas são o que mantém o assunto na ordem do dia desde que foram publicados os artigos a denunciar a situação.

O Rotten Apples apresenta-se-nos com um aspecto muito clean, onde qualquer um pode digitar o nome do filme ou série que pretende pesquisar, e obter, numa questão de segundos, uma classificação em Rotten Apples, caso haja alguém que integre o elenco ou produção acusado, ou Fresh Apples, caso a resposta seja negativa.

Podes confirmar por ti mesmo clicando em: https://therottenappl.es/

Todas as produções de Harvey Weinstein ou em que participe, por exemplo, o conhecido actor Kevin Spacey, estão classificadas como Rotten. Cada um destes nomes tem um link que remete para notícias que fundamentam a acusação.

Pode estar a gerar controvérsia, mas o Rotten Apples deixa-nos cheios de questões. Ferramenta útil ou desnecessária? Vamos deixar que também penses um bocadinho sobre isso.

O frio e o canal Hollywood!

Desde miúda que vejo filmes americanos. Sofá, manta, chá quente, pipocas e claro Canal Hollywood.

23/1/2018 LER MAIS

Os vampiros modernos: com estes não há água benta e cruzes que te valham

Hoje trazemos-te quatro filmes onde os vampiros não são necessariamente feios, porcos e maus, mas são tão ou mais interessantes do que os seus percursores.

23/1/2018 LER MAIS

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *