Atualidade

Estas comédias negras vão ajudar-te a entrar no novo mês

28 Janeiro 2019

Ah, o final de janeiro, aquela altura do mês em que parece que já é outubro. Ainda ontem estavas cheio de planos para 2019 e agora estás só mais que pronto para que o ano acabe. Está a chover, está frio, muito provavelmente a tua conta anda nos valores negativos… Por isso, e porque compreendemos o teu sofrimento, vimos animar-te com algo à altura da tua depressão sazonal: nada melhor que uma boa comédia negra para te fazer rir perante a desgraça e o sofrimento.

Prepara o teu melhor sentido de humor e ri-te para não chorar com estas comédias negras escolhidas a dedo.

 

Amador (1994)

Cena do filme Amador

Fonte da imagem

Com Isabelle Huppert e Martin Donovan nos papéis principais, Amador conta a história de uma freira fugida de um convento à espera que lhe seja revelada a missão que Deus tem para si. Enquanto espera, escreve contos eróticos para revistas masculinas e mete-se numa grande aventura com Thomas, um homem amnésico que não sabe que está a ser perseguido por gente perigosa. Além de ser uma comédia incrível, Amador é bem capaz de ser uma das histórias de amor mais bonitas do cinema (à sua maneira, vá). Se estás numa de ver um filme cheio de estilo em que quase nada parece fazer sentido, esta é a nossa recomendação.

 

Em Bruges (2008)

Cena do filme Em Bruges

Fonte da imagem

Dois assassinos a soldo são obrigados a passar duas semanas discretas em Bruges, enquanto deixam acalmar o escândalo causado por um golpe que correu mal. Ken mostra-se feliz com a oportunidade e aproveita para explorar a cidade. Ray tem ataques de nervos constantes e mal consegue esperar para ver a cidade pelas costas. Pelo meio, o seu chefe dá-lhes instruções que nenhum deles vai querer seguir, um porque descobriu uma nova apreciação pela vida, outro porque já se meteu em sarilhos impossíveis de perceber, até para ele. Em Bruges é daqueles filmes que vai fazer-te rir às gargalhadas e depois sentires-te culpado por isso, exatamente como uma boa comédia negra deve fazer.

 

Sete Psicopatas (2012)

Cena do filme Sete Psicopatas

Fonte da imagem

Do mesmo realizador de Em Bruges, Sete Psicopatas é outra comédia negra que gira à volta das vidas de criminosos. Desta vez, um escritor falhado e os amigos vêm-se em trabalhos sérios quando roubam o cão de um mafioso psicótico. Envolvidos na aventura mais perigosa das suas vidas, vão acabar por encontrar a inspiração para uma história mirabolante chamada… Sete Psicopatas. E quem melhor para interpretar estas personagens delirantes do que Woody Harrelson, Colin Farrel, Tom Waits, Sam Rockwell e Christopher Walken?

 

Morte Num Funeral (2007)

Cena do filme Morte Num Funeral

Fonte da imagem

O que é mais catártico do que rir da própria morte? Morte Num Funeral é uma incrível comédia negra na tradição de Quatro Casamentos E Um Funeral (1994), que vê uma família ficar virada do avesso quando o patriarca morre e todos se encontram no funeral. Desde o noivo da prima que tomou alucinogénios quando queria tomar calmantes, ao anão que ninguém conhece, até às revelações chocantes que são feitas sobre o falecido, o dia vai ser tudo menos calmo.

 

Assassinos de Férias (2012)

Cena do filme Assassinos em Ferias

Fonte da imagem

Chris e Tina são um casal de ingleses que finalmente vai fazer férias juntos. Chris é um aficionado das autocaravanas e mal pode esperar para mostrar à namorada esse mundo. E, claro, nada o vai impedir, nem a fila de cadáveres que vão deixando pelo caminho. Uma visão macabramente deliciosa de road movies, Assassinos de Férias é hilariante. Mais uma comédia negra para adicionares à tua lista e te inspirares para o próximo fim de semana em que vás para fora cá dentro.

Preparem-se fãs de Downton Abbey – vem aí o tão esperado filme

Infelizmente, em 2015 tivemos de nos despedir da família Crawley. Mas afinal, o adeus era apenas um até já!

28/1/2019 LER MAIS

Renova a tua lista de filmes de Natal com as nossas sugestões

Bem sabemos que os filmes de Natal são uma coisa que não se discute, e que os clássicos são os clássicos e que nunca nos importamos de ver A Música no Coração (1965) 10057488 vezes.

28/1/2019 LER MAIS

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *