Crónicas
Catarina Beato
Blogger

Gosto de cinema

29 Agosto 2017

Gosto de cinema. Gosto daquele momento em que as luzes se apagam e vivemos outras vidas. Gosto do alheamento, das gargalhadas, das lágrimas, das aprendizagens. Gosto dos suspiros apaixonados, dos gritos de terror, e de quando o coração quer saltar do peito. Gosto tanto de cinema que confesso ser aquilo que mais me faz falta na difícil gestão do tempo como mãe. Pronto, eu assumo: não são as sestas na praia, não são os livros que ficam por ler, não são as noites dormidas sem interrupções, nem sequer as manhãs de preguiça. Aquilo de que tenho mais saudades é ir ao cinema.

O filme da minha vida é um lugar comum. Há tantos filmes que me marcaram mas “A Música no Coração” é especial. São três horas com um imenso cheiro a infância. Tem música (os clássicos So Long, Fairwell, Favorite Things ou Sixteen Going on Seventen), tem uma história de amor e, claro, tem a Julie Andrews, no papel da querida Maria von Trapp e o Christopher Plummer, na personagem do severo Capitão Georg von Trapp.

Passa-se na Áustria. Ela é uma noviça enviada de um convento diretamente para a mansão von Trapp para servir de governanta e cuidar dos seus sete (sete!) filhos – umas valentes pestes ao início, que depois acabam por se render aos encantos de Maria. Em plena Segunda Guerra Mundial e contra tudo (incluindo o noivado e péssimo feitio e frieza do capitão), acabam por se apaixonar. E todos juntos vêem-se forçados a fugir do regime nazi. Um drama-musical de 1965, intemporal.

No meu blog que é também o meu diário há quase 12 anos – Dias de uma Princesa – falo dessa maravilhosa contradição da condição de mãe: as saudades do que fazemos sem filhos e as saudades dos filhos quando estamos a fazer coisas sem eles. Tipo ir ao cinema e ir espreitando fotos dos filhos no escuro da sala. Calma, nunca cheguei a tanto!

Regressamos ao quanto gosto de cinema e à dificuldade de gerir o tempo numa casa cheia de filhos. Há solução! Eu gosto de ficar deitada no escuro depois de adormecer os miúdos. Ouvir a respiração serena dos miúdos e procurar o comando da televisão sem fazer barulho, passar entre os canais até ao Canal Hollywood. Até partilho que vejo os filmes sem som, apenas com legendas. Gosto de cinema, e pode ser no conforto do meu quarto, compatível com a minha condição de mãe com uma casa cheia de filhos. Gosto de cinema. Era só isso.

Estrelas de Junho: estas quatro juntas apagam 178 velas este mês

As nossas Estrelas de Junho, todas juntas, apagam 178 velas. Não, não estão velhas. O tempo não passa por Hollywood.

29/8/2017 LER MAIS

Aquilo que ainda não sabias sobre estas Estrelas de setembro

Este mês revelamos alguns segredos das nossas Estrelas de Setembro. Desde os Backstreet Boys à Disney, estes aniversariantes têm muito que contar.

29/8/2017 LER MAIS

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *