Em Destaque

Anatomia de um filme de ação: é assim que eles te pregam à cadeira

12 Setembro 2017

imagem da rubrica anatomia de um filme de acao no canal hollywood

É incontornável o lugar que um bom filme de ação ocupa na preferência do grande público. Afinal, quem consegue resistir e não ficar pregado à cadeira enquanto acompanha o tumultuoso percurso do herói até ao final da sua cruzada? Com direito a inúmeras explosões espalhafatosas, efeitos especiais de ficar de queixo caído e um big budget que acomode tudo isso, é receita garantida.

Tal como em todos os géneros, no filme de ação é possível identificar um fio condutor na narrativa, uma série de mecanismos a que os realizadores tendem a recorrer de modo a prender o espectador, aguçar a sua curiosidade. Dissecada, a anatomia é a seguinte: são-nos apresentadas as personagens e é-nos dado a conhecer o cenário em que se inserem. A certa altura, o herói é confrontado com um problema de difícil resolução e passa por um processo apelidado de “hero cycle”. De modo a ultrapassar os contratempos, vê-se confrontado com os seus próprios medos e terá de se superar para atingir os seus fins, tal como o faz, repetidamente Ethan Hunt, interpretado por Tom Cruise em Missão Impossível.

Tom Cruise no filme Missao Impossivel

E para cada herói, um vilão à sua medida. Este papel cabe a uma figura capaz de ser  tão obstinada quanto o primeiro, mas com um propósito muito pouco nobre. Pelo meio, perseguições a alta velocidade, lutas corpo a corpo e um crescendo em adrenalina que culmina num momento de clímax.

Apesar do enredo dos filmes de ação ser por norma pouco intrincado, conta quase sempre com um par romântico. Esta referência cria uma ligação emocional que funciona como uma espécie de cola entre as cenas, humanizando as personagens e criando empatia entre o espectador e as mesmas.

Recorre-se frequentemente a um truque, o chamado ticking time. O argumento faz alusão a um espaço temporal concreto até ao qual o herói tem de ultrapassar as adversidades e salvar o dia. É um belo toque.

Outro ingrediente chave característico de um filme de ação é o comic relief, aquele apontamento de humor, na hora certa, durante os picos de maior tensão e que vem aligeirar a gravidade da cena. Vemos claros exemplos disso nos diálogos entre Angelina Jolie e James McAvoy em O Procurado(2008).

cena do filme Procurado

Se ficaste com vontade de ver ou rever um filme de ação, fica a recomendação: G. I. Joe – O Ataque dos Cobra (2009). Tem tudo aquilo que prometemos.

E como diria um dos reis do cinema de ação: Hasta la vista, baby!

 

  • Missão Impossível: M: I-3 / sexta 15, 21:30
  • Procurado / sábado 16, 22:25
  • I. Joe – O Ataque dos Cobra / domingo 17, 22:00

Gravidade é o filme que vai levar-te ao espaço… e deixar-te lá

Gravidade é um filme que faz uma pergunta muito simples: o que farias se te visses absolutamente sozinho?

12/9/2017 LER MAIS

A Gaiola Dourada: o filme que todos os portugueses têm de ver (e rever)

A Gaiola Dourada é uma homenagem à grande bandeira dos portugueses, os seus valores– humildade, dignidade, esforço e discrição. Não podes perder esta estreia!

12/9/2017 LER MAIS

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *