Atualidade

Mas afinal o que é que a Meryl Streep não consegue fazer?

28 Junho 2017

Meryl Streep no filme Africa Minha

Inventar a cura para todas as doenças do mundo, acabar com os conflitos internacionais, transformar-nos em apreciadores de couves de bruxelas. Não, não estamos a enumerar as coisas que Meryl Streep não consegue fazer: estamos a enumerar as coisas que ela poderia perfeitamente fazer, se quisesse.

 

Por sorte, não quer, e isso significa que vamos continuar a vê-la no grande e no pequeno ecrã durante mais uns tempos. Seja a fazer o papel de uma editora de moda em O Diabo Veste Prada (2006), ou a fazer de bruxa má em Caminhos da Floresta (2014), Meryl nunca deixa de nos impressionar.

 

Já foi nomeada para os Oscares 20 vezes e já ganhou 3, com filmes tão diferentes como A Dama de Ferro (2011), A Escolha de Sofia (1982) e Kramer Contra Kramer (1979). É conhecida por fazer de tudo por um papel: quando fez Melodia do Coração (1999), por exemplo, aprendeu a tocar violino, e tem um talento inato para reproduzir quaisquer sotaques que lhe peçam.

Meryl Streep no filme Africa Minha

A atriz disse várias vezes em público que gostava de fazer mais comédias, e parece que nos últimos anos lhe tem sido dada esta oportunidade. E o que é facto é que tem vindo a provar que consegue fazer um papel de comédia tão bem como consegue fazer o mais pesado dos dramas.

 

Esta é, sem dúvida, uma das suas forças: Meryl Streep encara cada papel com uma seriedade intensa. Já a vimos a cantar (bem) em Mamma Mia! (2008), a cantar (mal) em Florence, Uma Diva Fora de Tom (2016), e até já a vimos a enfrentar um leão a sério. Sim, quando fez o filme África Minha (1985), o leão com quem partilhava uma cena soltou-se e o medo que lhe vemos estampado na cara é bem real.

 

Afinal, o que é que a Meryl Streep não consegue fazer? Desiludir-nos, dizemos nós.

 

 

  • África Minha / sábado 30, 09:55

Já viste os cinco melhores filmes de Martin Scorsese?

Martin Scorsese realiza filmes desde 1959. Fizemos as contas por ti e este bom rapaz anda há 58 anos a trabalhar por detrás da câmara.

28/6/2017 LER MAIS

Festival de Cannes e os escândalos do passado

O Festival de Cannes é sinónimo de três coisas: grandes filmes, grandes egos e grandes escândalos. Descobre aqui alguns dos casos mais falados em 69 anos de festival.

28/6/2017 LER MAIS

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *